Voltar Imprimir | Aumentar tamanho Texto Diminuir letras | Enviar a um amigo. Enviar por e-mail

Escleroterapia com espuma


A escleroterapia de varizes com espuma é feita com um medicamento que é transformado em espuma quando misturado com o ar. O procedimento consiste em criar uma espuma com um dispositivo adequado e injetar nos vasos com auxílio de agulhas. A espuma pode ser usada em diferentes concentrações (0,5%, 1% e 3% por exemplo) a depender o calibre do vaso a ser tratado. O tratamento de varizes com espuma revolucionou a escleroterapia pela possibilidade de tratar vasos tão grandes como a veia safena. Tratamento de safena com espuma.

 

 

Em varizes superficiais a espuma é injetada nos vasos diretamente sem a necessidade de outros artifícios. Em vasos um pouco mais profundos existe a necessidade do uso de ultrassom para guiar a entrada da agulha e a distribuição da espuma no interior das veias.

Com o intuito de amenizar o desconforto da agulha e tornar o procedimento agradável para todos, um jato de ar super-gelado é lançado sobre a pele no momento da picada. Para gerar esse ar super-gelado utilizamos aparelhos médicos específicos que são os sistemas de resfriamento de pele - aparelhos capazes de gerar fluxos de ar - 20 e -30ºC.

Após o procedimento de aplicação, com glicose ou com espuma, são colocados curativos compressivos e pode também ser feito um enfaixamento com atadura elástica.

 

© 2016 - All rights reserved | Leg Care Clínica Médica Vascular

A informação deste site é oferecida para educação e não substitui uma opinião médica em atendimento formal. Se você tem um problema de saúde, contate seu médico. Fotos e desenhos são meramente ilustrativos. Direitos autorais reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.